_DSC_6421
Por meio de aconselhamento, o programa criado pela Lei traz a conscientização aos alunos sobre os riscos e consequências do uso de drogas

São Paulo (SP) – Foi aprovada a Lei n° 16.646, criada pelo Vereador Souza Santos (PRB), que tem por finalidade combater os entorpecentes na rede de escolas municipais. Por meio de aconselhamento, o programa criado pela Lei traz a conscientização aos alunos sobre os riscos e consequências do uso de drogas, protegendo assim crianças e os adolescentes contra esse mal. Público alvo são alunos do ensino fundamental (1ª à 9ª séries), professores, funcionários da rede de educação, Associação de Pais e Mestres e familiares.

“A Lei veio coroar o trabalho do grupo de Educação e Prevenção às Drogas (GEPAD), que há 23 anos tem lutado com o mesmo objetivo e beneficiado milhares de famílias que sofrem como vitimas das drogas”, declarou Santos. Dirigido pelo Guarda Civil Metropolitana, Euclídes Conradim, o grupo (GEPAD), tem como principal filosofia a prevenção ao uso de drogas entre jovens e adolescentes, foi criado em 1994 na periferia da zona leste de São Paulo para estudar a problemática dos narcóticos devido ao crescente número de usuários na região. Posteriormente desenvolveu o Projeto Luz, voltado à preparação da comunidade escolar por meio de treinamentos com professores, funcionários, pais e/ou responsáveis, além dos próprios discentes.

Uma das principais missões do GEPAD é fomentar a aproximação entre a GCM e a comunidade escolar para criar uma relação de confiança junto aos jovens e adolescentes, de modo que pelo conhecimento da realidade local, possa desempenhar ações de natureza preventiva, com o máximo de eficiência.  Na oportunidade, diversos GCM’s da equipe do GEPAD teceram considerações sobre as ações desempenhadas pelo efetivo.

Texto e foto: Luciana Monteiro – Ascom Vereador Souza Santos

Posts Relacionados