Representantes do Serviço Funerário caminha ao lado do admininstrador do cemitério Redentor
Representantes do Serviço Funerário caminha ao lado do admininstrador do cemitério Redentor

São Paulo (SP) – Na última semana, o chefe de gabinete do Serviço Funerário do Município de São Paulo, Denni Sanches (PRB) , visitou o Cemitério do Redentor e conversou com representantes do setor em busca de melhorias para os cemitérios públicos administrados pelo Serviço Funerário da capital, atualmente 22.

“Estamos observando os modelos seguidos por outras unidades para melhorar a nossa gestão, pois acreditamos que é possível que o serviço funerário público alcance o nível de qualidade do serviço privado”, disse Sanches, que afirmou ainda ser esse o objetivo do atual superintendente do Serviço Funerário, Dr. Thiago Dias da Silva (PRB).

Em março deste ano, o superintendente, na época chefe de gabinete do SFMSP, firmou uma parceria com a Guarda Civil Metropolitana (GCM), para reforçar a segurança e proteger o patrimônio em um projeto que começou no Consolação, já se estendeu para o Araçá, e tem a intenção de alcançar todos os cemitérios e o crematório de São Paulo.

A segurança dos cemitérios ainda é uma das maiores preocupações da atual gestão. O chefe de gabinete acrescentou que não existem dados oficiais atualizados sobre os casos de furtos nesses espaços públicos, mas garante que eles não são incomuns. Durante a visita, Sanches foi acompanhado pela diretora e responsável dos cemitérios, Mônica Graciela Tolaba de Andrade, o diretor das concessões (túmulos), Dr. Eduardo C. Magliarelli Garcia, e o responsável do setor jurídico do Horto da Paz e representante da Associação Cemitério dos Protestantes, Fábio Carvalho Alves.

Fonte: Ascom Prefeitura de São Paulo

 

Posts Relacionados