Deputado do PRB participou da comitiva de deputados federais membros da CPI de Brumadinho que visitou a Embaixada da Alemanha
Deputado do PRB participou da comitiva de deputados federais membros da CPI de Brumadinho que visitou a Embaixada da Alemanha

Brasília (DF) – O deputado federal Roberto Alves (PRB-SP) participou da comitiva de deputados federais membros da CPI de Brumadinho que visitou, nesta quarta-feira (30), a Embaixada da Alemanha, em Brasília. O objetivo foi pedir ao embaixador Georg Witschel que o Governo Alemão apoie as investigações do rompimento da barragem B1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho/MG, que matou centenas de pessoas.

A empresa alemã TÜV SÜD, que prestava serviços à mineradora Vale, é investigada por ter emitido laudos que atestavam a segurança e a estabilidade da barragem. Conforme o último balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros, 244 pessoas morreram no desastre. Outras 26 ainda estão desaparecidas em meio à lama e rejeitos.

De acordo com Roberto Alves, a CPI pretende ouvir a diretoria da TÜV SÜD, que tem sede em Munique, a fim de entender a relação da empresa com a Vale à época da emissão do laudo, já que os engenheiros responsáveis, Makoto Namba e André Jum Yassuda, obtiveram na Justiça o direito de permanecerem calados durante as oitivas. Outros funcionários da empresa alemã informaram estar fora do Brasil e, por isso, não poderiam colaborar com as investigações da CPI.

A parceria com o Governo Alemão, explicou o parlamentar, é importante para a continuidade dos trabalhos da CPI. “Gostaríamos de obter apoio no sentido de viabilizar o diálogo entre a CPI e a diretoria da TÜV SÜD, a título de colaboração. O embaixador Georg Witschel colocou-se à disposição, no que for possível e no que estiver ao seu alcance, para que os trabalhos da CPI avancem”, disse o parlamentar.

Texto: Carlos Eduardo Matos / Ascom – deputado federal Roberto Alves
Fotos: Cedidas

Posts Relacionados