Deputado Roberto Alves durante evento da Frente Parlamentar “Itinerante” – Contra o Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, na cidade de Jaú (SP), em março, com ele o coordenador do PRB da cidade, Ricardo Augusto
Deputado Roberto durante evento da Frente Parlamentar “Itinerante” – Contra o Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, na cidade de Jaú (SP), em março, com ele o coordenador do PRB da cidade, Ricardo Augusto

O deputado federal Roberto Alves (PRB-SP), presidente da Frente Parlamentar Contra o Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, apresentou em plenário, nesta quarta-feira (18), como forma de contribuição ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, sua agenda parlamentar de trabalhos em defesa da infância e adolescência no Brasil.

“A pedofilia é um dos males ocultos e silenciosos que destroem os sonhos de nossos brasileirinhos. Como presidente da frente tenho trabalhado arduamente na proteção da infância. Já estamos atuando por meio de nossas ações e dos colegas parlamentares que aderiram a este movimento em praticamente todos os estados da federação”, afirmou o parlamentar em seu discurso.

De acordo com Roberto Alves, em São Paulo, assim como em todo o país crimes de pedofilia ainda se escondem sob um forte pacto de silêncio, derivado da noção, que pode se tornar errônea, de que os adultos são donos das crianças. O deputado ainda alertou sobre os índices crescentes que apontam o crescimento desse tipo violência.

“No Hospital Pérola Byington, na capital paulista, 51% (cinquenta e um por cento) de todo o atendimento do órgão relativos a abusos são de crianças. Relatórios internacionais apontam que o problema do abuso e exploração sexual infanto-juvenil atinge de 100 a 500 mil crianças e adolescentes no mundo”, registrou o deputado.

O republicano ainda cobrou a efetiva participação do governo federal no combate as violências sofridas pela infância e adolescência. “Se a exploração dos nossos jovens é prioridade para o governo, que este volte seus olhos, seu coração, sua energia e vontade política para aqueles que estendem suas mãos, sua dor, sua alma destruída pela violência dos abusadores e exploradores”, finalizou.

Deputado Roberto Alves em reunião na comissão
Deputado Roberto Alves em reunião na comissão – Foto: Douglas Gomes

Atuação

Em seu segundo mandato parlamentar, Roberto Alves é autor da lei que criou a Semana de Mobilização Nacional de Busca e Defesa pela Criança, nesta legislatura apresentou diversos projetos de lei que de forma direta ajudam a combater a pedofilia, como o que cria a Semana Nacional de Combate a Sexualização de Crianças e Adolescentes, a que dispõe sobre a cassação da eficácia da inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de estabelecimentos e empresas que promoverem a violação ao direito ao respeito e à dignidade de crianças e adolescentes, a que cria incentivos para a prestação de informações que levem ao cumprimento de mandados de prisão referentes a crimes cometidos contra criança e adolescente, além da que transforma em crimes hediondos violências sofridas por Conselheiros Tutelares no uso de suas atribuições na defesa infanto-juvenil.

Outra ação efetiva tem sido a frente itinerante, onde o deputado tem visitado diversos municípios levando informação, distribuição de material educativo e esclarecimento, com o apoio de profissionais da área.

“Milhares de pessoas passam pelas praças das cidades e encontram uma grande mobilização em defesa da criança. Os adultos saem de lá mais atentos e os jovens sob alerta de um triste crime que pode estar mais próximo do que se imaginam. Nada como ficar de olhos bem abertos. Nosso objetivo é prevenir, educar, denunciar e punir”, garantiu.

Texto: Ascom – deputado federal Roberto Alves

Posts Relacionados