Untitled-2
Republicano apresentou 27 projetos de lei considerados estruturais para mudar a cidade de São Paulo e impactar na qualidade de vida dos paulistanos, percentual superior a 90% de suas proposituras

São Paulo – O vereador Rinaldi Digilio (PRB) ficou, pelo segundo ano consecutivo, entre os parlamentares mais produtivos da Câmara Municipal de São Paulo. O parlamentar que, em levantamento do site Tudo Ok de Brasília em 2017, tinha ficado na segunda posição entre 55 vereadores de São Paulo e o oitavo mais bem colocado do Brasil, no ano passado, novamente ficou no segundo lugar em projetos de leis estruturais apresentados na capital paulista.

Vereador de primeiro mandato, Digilio apresentou 30 projetos de lei, sendo 27 deles com propostas de novas legislações para mudar São Paulo ou serviços públicos, segundo levantamento com base em dados do site da Câmara. Somente três dos projetos de Digilio foram denominações de ruas, praças e equipamentos públicos ou datas comemorativas, um índice superior a 90% de projetos considerados estruturais para a cidade.

Entre os principais projetos apresentados em 2018 por Digilio estão o PL nº 520/2018, que quer garantir que mães em idade escolar tenham garantia de vagas na mesma escola dos filhos quando possível, e o PL nº 146/2018, que proíbe que pessoas que cometem maus tratos ou abandono de animais possam adotar um novo pet. Hoje, a lei permite que isso aconteça cinco anos depois do crime.

“Projetos e ideias simples que podem melhorar São Paulo estão entre nossas prioridades, porque o mandato de um político passa, mas uma política pública ou ação permanente perpassa governos e gestões. Temos cuidado de apresentar projetos que resolvam, de forma definitiva, problemas de décadas de São Paulo. Sem ações de longo prazo, nossa cidade não irá mudar de verdade”, afirmou o vereador republicano.

O primeiro lugar do ranking ficou com a vereadora Rute Costa, que apresentou 28 projetos de leis estruturais, um a mais que Digilio, além oito proposituras de nomes de ruas, praças e equipamentos públicos além de datas comemorativas, com índice de 70% de propostas estruturais.

Crédito: Ascom Rinaldi Digilio

Posts Relacionados