WhatsApp Image 2018-04-27 at 10.19.10

Campinas (SP) – No último dia 24 de abril, a Comissão Especial de Estudos (CEE) do Erro Médico se reuniu para discutir as responsabilidades civis e os direitos da pessoa lesada.

O encontro, que foi realizado na Câmara de Campinas, contou com a presença do advogado especialista em responsabilidade civil, Dr. Fernando Prioli e a advogada Maira Nicolau, que nortearam diversos assuntos, inclusive os primeiros procedimentos a serem tomados caso seja detectado um erro por parte da área médica. “ Verificado um erro médico, é fundamental que a pessoa procure um advogado especializado já com o prontuário em mãos”, afirma Maira.

Para o especialista em responsabilidade civil, vale ressaltar que “há estudos que menos de 20% dos casos são julgados procedentes. Por isso é necessário ter um bom material para dar início a um processo”, ressalta Prioli.

À frente da Comissão Especial de Estudos do Erro Médico desde março deste ano, o vereador Fernando Mendes (PRB), deu o ponta pé inicial neste assunto devido à necessidade e a carência de informações por parte das vítimas: “ Muitas vezes a pessoa, por falta de informação, não sabe a quem recorrer. Uma comissão como esta, busca trazer esclarecimento e fazer as pessoas se sentirem confiantes para tomar alguma atitude”, ressaltou Mendes sobre a importância do jurídico na solução dos casos.

WhatsApp Image 2018-04-27 at 10.19.12 (1)Durante a reunião, pessoas que foram vítimas de erro médico deram seus depoimentos. A exemplo da senhora Ilza de Lucca, que passou por uma cirurgia devido um desgaste no quadril e sofreu um encurtamento na perna: “ Durante a cirurgia, tive uma trombose, quase morri. Ao acordar, fiz os testes, não sentia meu pé e mesmo assim recebi alta. Hoje aprendi a lidar com o encurtamento da perna, desenvolvi habilidades para andar. Na época minha autoestima ficou baixíssima”, relata emocionada após todo o processo que foi submetida que acarretou sequelas que ela levará para resto da vida.

Ao final da reunião, o parlamentar informou que tem disponibilizado, através da internet, ferramentas de comunicação para as pessoas fazerem suas denúncias como por exemplo o site www.erromedicomata.com.br, e-mail erromedico2018@gmail, ou pelo telefone (19) 98180-4210.



Fazem parte da comissão os vereadores Professor Alberto (PR) ,Ailton da Farmácia (PSD), Jorge da Farmácia (PSDB) e o vereador Permínio Monteiro (PV).

Fonte: Ascom Vereador Fernando Mendes

 

Posts Relacionados