“Vamos punir aqueles que foram infiéis e prestigiar os que permaneceram fiéis ao partido e ao nosso projeto”, disse Marcos Pereira, em discursou para cerca de 200 pessoas
“Vamos punir aqueles que foram infiéis e prestigiar os que permaneceram fiéis ao partido e ao nosso projeto”, disse Marcos Pereira, em discursou para cerca de 200 pessoas

Mauá (SP) – O presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, foi incisivo ao afirmar ontem (2), em encontro com republicanos no ABC Paulista, que haverá punição aos membros do partido que foram infiéis ao apoiar candidatos de outras siglas nas eleições deste ano. A iniciativa, segundo ele, será exemplar e valerá para todo o Brasil.

“Vamos punir aqueles que foram infiéis e prestigiar os que permaneceram fiéis ao partido e ao nosso projeto”, discursou para cerca de 200 pessoas. O evento ocorreu na tarde deste domingo em Mauá e reuniu vereadores, presidentes de executivas municipais e membros do PRB.

A decisão de Marcos Pereira, que foi eleito deputado federal em outubro, está baseada no artigo 57, item ‘c’, do Estatuto do PRB, que trata de infidelidade entre filiados durante o processo eleitoral. Ocupantes de cargos eletivos, funções públicas ou nomeados por indicação do partido poderão ser advertidos, suspensos ou mesmo expulsos.

Em São Paulo, por exemplo, a executiva estadual já prepara um levantamento de todos os casos de infidelidade que será entregue ao presidente nacional. Cada situação, como informou Sérgio Fontellas, será avaliada individualmente em discussão com as presidências municipais.

“Se nós queremos construir um partido sério, e é isso que estamos fazendo, não podemos admitir esse tipo de comportamento em nosso meio. Ninguém é obrigado a ficar no PRB, mas se ficar, tem que seguir à risca o Estatuto e o Programa do partido”, ressaltou Marcos Pereira.

16ª cidade em um mês

Marcos Pereira cumpre intensa agenda de agradecimentos pelos mais de 139 mil votos que o fizeram o 18º candidato a deputado federal mais votado de São Paulo. Com o ABC já são 16 cidades visitadas desde o final do segundo turno. “Agradeço a cada um de vocês pelo empenho, pelo trabalho e os votos conquistados”, afirmou.

No ABC, Marcos Pereira teve mais de 3.500 votos, sendo cerca de 1 mil somente em Mauá, município cuja executiva do PRB é presidida por Erisson Pessoa, que também é o coordenador regional do partido. Pessoa foi o anfitrião do encontro de hoje.

O líder do PRB deve fazer uma pausa nas agendas na segunda quinzena de dezembro e retomar em janeiro. Marcos Pereira espera voltar ao máximo de municípios possível para agradecer os votos, num gesto inédito entre deputados eleitos.

Participaram do encontro os vereadores Gil Miranda (Mauá), Ronaldo de Castro (Santo André) e Silvino Castro (Ribeirão Pires); o ex-deputado estadual José Bittencourt; o ex-candidato Nilson Bonome, entre outras autoridades regionais.

Texto e foto: Ascom Marcos Pereira

Posts Relacionados