Em três meses, Secretário de Esportes do Estado diagnosticou as principais necessidades dos municípios paulistas
Em três meses, Secretário de Esportes do Estado diagnosticou as principais necessidades dos municípios paulistas

Entre janeiro e abril, a Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude (Selj) do Estado de São Paulo, junto com o Governo do Estado enviaram à Assembleia Legislativa o projeto de lei 91 para a concessão do Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, o Complexo do Ibirapuera. O anúncio foi realizado durante uma coletiva de imprensa, no Palácio dos Bandeirantes. Esta ação prevê a concessão do local à iniciativa privada por 35 anos, desde que os critérios sejam cumpridos, como: construção, manutenção e exploração de nova arena multiuso (com capacidade de 20 mil lugares e estacionamento subterrâneo para cinco mil veículos), adequados para eventos de diversos segmentos, principalmente de esporte, e permaneça com o nome “Ibirapuera”. Sete estudos serão analisados e a intenção é que o edital seja publicado até outubro.

Durante o mês de março, a pasta também lançou o Centro de Formação Esportiva com a proposta de firmar parcerias com as prefeituras. O intuito é apoiar as iniciativas municipais, oferecendo subsídios para implantar ações dentro dos espaços cedidos pela própria cidade. Para atender o público infanto-juvenil (10 a 17 anos), o programa disponibilizará o valor de R$ 250 mil e as inscrições estão abertas até 30 de junho.

Segundo Aildo Rodrigues, secretário da pasta, os primeiros três meses do ano foram positivos e a tendência é intensificar os programas e expandir a presença do esporte em todas as camadas sociais. “Esse período foi de suma importância para a Secretaria. Em três meses, levantamos as principais necessidades, iniciamos ações para solucionar tais deficiências, atendemos as reivindicações dos municípios e colocamos em prática questões que enfrentavam resistências nas últimas gestões. Estamos trabalhando para propor à população o que de fato ela merece, com uma arena multiuso. Não vou sossegar enquanto não retomarmos a reforma do Baby Barioni, quero abrir o espaço para os munícipes e dar o que São Paulo tem de melhor. Vamos trabalhar, vamos em frente!”, afirma o secretário.

Mais resultados do primeiro trimestre

A Lei Paulista de Incentivo ao Esporte aprovou 125 projetos, entre os dias 14 e 19 de março, dentro dos 799 inscritos no ano passado.

Resultado positivo também foi obtido no programa Esporte Social. O valor subiu para R$ 45 mil, um investimento de R$ 30 mil a mais para cada projeto inscrito diferente do antigo orçamento (R$ 15 mil). “Essa alteração vai oferecer condições para que a iniciação esportiva seja mais efetiva, estimulando as crianças a praticar o esporte ainda mais cedo, de 7 a 14 anos. A pasta tem o intuito de atender todas as faixas etárias e para que isso aconteça, é necessário cuidar dos futuros atletas proporcionando meios desde a infância”, diz Aildo.

Concessão do Ibirapuera, Centro de Formação Esportiva e inaugurações de equipamentos estão entre as conquistas da gestão do secretário republicano Aildo Rodrigues
Concessão do Ibirapuera e Centro de Formação Esportiva estão entre as conquistas da gestão do secretário republicano Aildo Rodrigues

O Bolsa Atleta fechou março atendendo mais de 530 atletas, esportistas que recebem apoio financeiro do Estado para custear as despesas relacionadas à modalidade exercida. O programa VidAtiva também traz dados relevantes. Cerca de 3.200 idosos foram beneficiados pela iniciativa que propõe atividades físicas para as pessoas da melhor idade, por meio de uma rede conveniada com 79 clubes e academias.

Na semana em que se comemora os três primeiros meses da atual administração, a Secretaria de Esportes confirma a entrega de kits esportivos para 56 cidades. Além disso, de janeiro a março, quatro quadras de futebol society e três pistas de skate foram inauguradas. O próximo balanço trimestral promete mais resultados positivos, como: mais entregas de equipamentos e materiais disponíveis para que a população possa usufruir da força e do trabalho do Governo do Estado.

Texto: Dandara Colins – Ascom Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo

Foto: Ascom Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo

Posts Relacionados