CARLINDA-79

Tudo que é incerto pode gerar uma crise de identidade. Aqui deixo um segredo para uma identidade segura, confiante e equilibrada.

Comparado com o passado, nos dias atuais é muito mais comum ver mulheres em crise. Antigamente, não havendo competição exagerada, a mulher se sentia livre e, de forma prazerosa, curtia o trabalho tanto em casa como fora.

Com o passar dos anos, novas oportunidades foram surgindo, e as crises vêm marcando etapas da vida que se referem a mudanças que, por muitas vezes, são radicais; seja no casamento, criação dos filhos, trabalho, planos que sobrecarregam e assim a mulher vivencia dificuldades em dividir seu tempo e encontrar tempo para ela mesma.

A identidade dentro de um corpo é complexa. E se não estamos preparadas psicologicamente, mentalmente e espiritualmente, embarcamos em momentos difíceis de desequilíbrio e, na competição desenfreada, perdemos o rumo da vida. Quando não perdemos a própria vida…

A identidade é um dos aspetos mais importantes do ser humano. E na mulher torna-se mais sensível quando busca valores e competitividade, pois seu corpo não foi criado para tantos componentes biológicos. À sua genética já foram destinados muito afazeres, mas tudo com equilíbrio.

A identidade é única em cada pessoa, por isso a importância de estabelecer metas para assim realizar tudo com prazer. Seja nos afazeres de casa, com a família, filhos, trabalho, e tudo com o jeito amável que somente a mulher sabe fazer.

Vigiar o instável, contraditório, inconsistente, pois uma identidade saudável e confiante traz segurança para a mulher. Cada um de nós é uma pessoa, imagem e semelhança de Deus, com caráter e dignidade, avançamos e não perdemos a nossa identidade.

Somos mulheres únicas, diferentes para fazer a diferença, porém temos que cuidar de tudo que vem como oferta, para assim ter nossas próprias escolhas sem manipulação; seja psicológica ou emocional, usar nossa capacidade de raciocínio para assim fazer as escolhas certas.

A mulher tem uma Luz que ela desconhece, quando forma uma aliança com seu Criador, há um encontro inteligente, ela passa a raciocinar com a identidade legível que cada indivíduo tem e que se chama Alma. Esse segredo só Deus pode, individualmente, revelar para assim manter corpo, alma e mente em equilíbrio total, e sem crise de identidade.

E quando eu tenho certeza de quem eu sou para Deus, para mim mesma e para meu próximo, a vida é construída sem distorções de pensamentos, com identidade única e alimentada de forma positiva.

 

*Carlinda Tinôco é vice-coordenadora do PRB Mulher em São Paulo;

durante sete anos atuou como coordenadora nacional do RAABE;

projeto criado para valorizar e dar assistência às mulheres vítimas de

violência doméstica e abuso; é escritora com três livros publicados;

esposa, mãe e dedicada às causas sociais

Posts Relacionados